Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Pseudônimo


Ah, sei lá,
Se o mundo fosse...
...apenas um segundo
E, nesse tempo absurdo,
Tivesse eu o sentimento do mundo.

Mas se fosse..
Mas se o mundo fosse..
Apenas eu e um segundo
Eu teria uma eternidade mais que profunda,
Uma viagem além
Do infinito imaturo
Pseudônimo cobra-de-duas-cabeças.

Mas em música metamórfica
O mundo é apenas tristeza.
Ao menos fosse
Epilépticas cócegas.
Não mais que natureza.

A vida nada mais que nada.
Eu, você e os loucos.
Nós, os poucos,
Na vida apenas uma rebeldia parada.

Modernidade, Selva eletrônica,
Dinheiro de plástico
Será elástico?
Esse futuro e passado volúvel
Que depende apenas da idade.

Ah, sei lá.
Acho que vou cair,
Ou mergulhar apenas
Num universo de desilusões,
Universais e miraculosas cenas.

O hoje é apenas tempo,
A vida falada discordante
Com tristeza e alegria,
Vaidade e Angústia.
Commedia de Dante.
Pseudônimo cobra-de-duas-cabeças

Nenhum comentário:

Postar um comentário